Arquivo do mês: setembro 2014

Dia Mundial Sem Carro

Os maiores eventos ocorreram no fim de semana. Mas o Dia Mundial Sem Carro é nesta segunda-feira (22 de setembro). Vá de bicicleta, ônibus, metrô, trem, a pé. Se não der, leve mais gente no carro.

Déficit de muitas coisas

A chamada da matéria de capa da Veja Brasília desta semana não foi exatamente inspirada: “LOTADO, Déficit de 30.000 vagas no Plano Piloto e uma poderosa indústria de flanelinhas transformaram o ato de estacionar em um exercício de paciência”. Déficit de vagas? Poderosa indústria de flanelinhas? O início da matéria, aliás, não é muito melhor: relatos dramáticos (sem ironia) de pessoas que sofrem para estacionar o carro rumo ao trabalho. Mas lá da metade para o fim a coisa até que avança. Dois trechos:

Na raiz do problema há uma dependência — alguns classificariam de vício — do brasiliense com o automóvel, fruto da própria dinâmica da cidade. A setorização contribuiu para que os moradores se habituassem a usar o carro para qualquer programa. Até mesmo nas compras triviais dentro da superquadra onde moram. “É uma questão cultural. As pessoas aqui gostam de descer do carro bem em frente à porta do destino. Se pudesse, o brasiliense saltaria do banco do veículo direto para a cadeira do restaurante”, diz Flávio Dias. O secretário de Governo, Gustavo Ponce de Leon, tem opinião parecida. “É como se as rodas do automóvel fossem nossas pernas”, afirma.

(…)

“A única saída para resolver o problema da falta de vaga é investir em transporte público. Não há alternativa”, sentencia Félix.

Só que lá no fim a revista não resiste e crava a solução mágica:

Outra solução, mais plausível, está vinculada a novas áreas de estacionamento.

Realmente. Muito plausível. E vai resolver bem o problema do transporte.