Por um 2012 com menos mortes

A multiplicação das ghost bikes pelas cidades brasileiras pode ser interpretada de forma ambígua. Por um lado, representa a mobilização da sociedade, ou de (pequena) parte dela ao menos, contra a violência no trânsito e à falta de espaço para os ciclistas; pelo outro, evidente, marca a perpetuação de tragédias quase sempre nada acidentais.

Que em 2012 tenhamos menos razões para essas belas homenagens.

Ghost bike na cidade de São Paulo

Homenagem a Manoel Pereira Torres em São Paulo. Foto: GhostBikes.org.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s