Arquivo do mês: maio 2011

Pólo de bicicletas em Manaus

O jornal A Crítica, de Manaus, publicou uma interessante matéria sobre planos da Abraciclo de transformar a capital do Amazonas num dos maiores pólos de fabricação de bicicletas do mundo. Hoje, segundo o jornal, apenas 600 mil das mais de 5 milhões de unidades produzidas no país viriam de lá.

Destaque para um trecho:

Para Musa [vice-presidente da Abraciclo e presidente da Caloi], o audacioso plano de desenvolvimento da indústria nacional é viável face as transformações na indústria mundial de bicicletas e do mercado local brasileiro, que passa por maior formalização, aumento de renda da população e demanda por produtos com maior qualidade.

Maior qualidade é o quesito mais importante. Chega de pedivela de plástico, não é mesmo?

É esperar para ver.

Anúncios

Ladrão de bike entregue pelo Twitter

Uma notícia que circula na internet pode servir para dar mais esperança a vítimas de furtos e roubos de bicicletas. De acordo com os relatos, Elaine Ellis, de 30 anos, voltou um dia para sua casa em Boulder, Colorado (EUA) e se deparou com um buraco na parede em que prendia sua Trek Allant. Dois dias depois, ela, que trabalha com mídias sociais, resolveu postar um aviso no Twitter – com uma foto do ladrão tirada por um vizinho. Um de seus mais de 3 mil seguidores viu um homem numa bicicleta semelhante, a polícia foi acionada e Elaine conseguiu reaver a Trek Allant. Ela também tinha publicado o pedido de ajuda em seu blog: “Os ladrões de bicicleta são uma das piores coisas em Boulder. Esta é nossa chance para arruinar a vida de roubos desse cara.”

Aqui no Brasil a turma do Pedro Cury mantém o Cadastro Nacional de Bicicletas Roubadas.

Auto(bike)indústria

Sempre achei curiosos os lançamentos de bicicletas por empresas automobilísticas. BMW, Volkswagen, McLaren, Ferrari, Mini… Agora descobri que a checa Skoda, controlada pela Volkswagem, também atua na área. E, para promover a linha 2011, botou no papel de garoto-propaganda o campeão de ciclismo Zdenek Stybar. “A nova linha está mais variada do que nunca. Há opções para todos os gostos e necessidades”, diz o atleta. Estranho? Pois saiba que os fundadores da empresa, Vaclav Clement e Vaclav Laurin, iniciaram o negócio vendendo bicicletas. Hoje, além de produzir bikes, a Skoda é patrocinadora do Tour de France e do Giro D’Italia, entre outras competições.

Pode?

Audiência pública sobre mobilidade no DF

A Câmara Legislativa do Distrito Federal realizará, na próxima segunda-feira (16), às 15h, uma audiência pública sobre mobilidade urbana. O debate será no Plenário da CLDF.

Dobráveis

Algumas marcas de bikes dobráveis à venda no Brasil:

Blitz; Boat Bike; Dahon; KHS

Boat Bike Marina, Blitz Impulse, KHS Latte, Dahon Eco 3. Fotos de divulgação.

Mike Joos

O artista americano Mike Joos vem causando sensação com uma série de desenhos centrados no tema da bicicleta. São super-heróis, personagens de filmes, figuras históricas e até animais pedalando e outras cenas insólitas, como Darth Vader montado num unicórnio. Além de artista, Joos é ciclista profissional, membro da equipe de mountain biking da Scott.

Batmoça numa bike personalizada: os trabalhos de Joos estão à venda no site Etsy.

Sem salário

Desde que Ricardo Neis foi preso, pelo atropelamento de 17 pessoas no dia 25 de fevereiro em Porto Alegre, eu me perguntava se o Banco Central tinha cortado seu salário. Segundo as notícias locais, ele permaneceu num presídio de 11 de março a 8 de abril, período em que obviamente não compareceu ao trabalho. Mas, embora não exista qualquer previsão de uma “licença-cadeia” no Estatuto do Servidor Público, permanecia a impressão de que poderia ser encontrado um jeitinho para não deixar o “coitado” sem salário.

Bem, depois de 15 dias (9 úteis), a ouvidoria do Banco Central respondeu minha consulta:

(…) a área de recursos humanos deste Banco Central que “durante o período em que esteve preso o Sr. Ricardo não recebeu remuneração”.

Pelo menos isso.