Adolescente

Depois do longo recesso, decidi voltar a pedalar, desta vez na pista mansa do Parque da Cidade. Nos últimos fins de semana, de bermuda e fones nos ouvidos, curtia minha crise de identidade, entre tentar recuperar um vigor pós-adolescente e assumir um perfil tiozão em forma (redonda). Pois hoje a dúvida se desfez. E se desfez num segundo – num átimo, diria meu lado matusalênico – de distração.

Caí de cara no chão, aflito com o deslizar interminável, ferido de morte no ponto mais fraco de um homem: o orgulho. De joelho ralado e roupa imunda, juntei os cacos e recebi a generosa solidariedade de um casal, que insistia em que eu buscasse auxílio numa farmácia ou posto médico. Agradeci a atenção e, dolorido, fui embora. Àquela altura, ainda não sabia, mas havia tomado uma decisão:

Só volto lá com minha mãe. E uma bicicleta com rodinhas.

Anúncios

2 Respostas para “Adolescente

  1. Muito bom!!!!

  2. Pingback: Afaga e apedreja « Dores Capitais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s