Passo de gigante (para anões)

No Brasil, com freqüência, apresentam-se soluções de primeiro mundo para enfrentar problemas de quinto. Por isso, não me empolguei tanto com o anúncio de que a SPTrans pretende realizar, ainda este mês, testes de ônibus equipados para transportar bicicletas. O serviço é oferecido há anos em cidades americanas como Miami e Los Angeles.

Ônibus com suporte para levar bicicletas. Foto: Luís F. Gallo, via fotolog da CBN SP.

Em São Paulo, o “Bike Bus”, se aprovado nos testes, deve começar a funcionar em linhas específicas que passam por parques, somente nos fins de semana. Destina-se, portanto, a facilitar a vida de quem não pode carregar a bicicleta de carro ou pedalar dezenas de quilômetros até as áreas de lazer – o que, ressalte-se, não tem nada de errado, muito pelo contrário.

Proposta dessa forma, porém, a novidade também reforça a idéia de que pedalar é uma atividade altamente recomendável… como lazer. Usar a bicicleta como meio de transporte – numa cidade de trânsito caótico, sem soluções viárias específicas para a modalidade e cada vez mais desumana – permanece sendo, na lógica silenciosa das autoridades de transportes, uma excentricidade.

O “Bike Bus” é um grande passo. Só não se sabe exatamente em que direção.

Anúncios

2 Respostas para “Passo de gigante (para anões)

  1. Pingback: Resolução que não trata de ônibus impede bikes em… ônibus | Pedaladas Capitais

  2. Gostei da idéia!!!! Vamos levar para o Bruno Covas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s